História

Desde a sua fundação, em 1988, a Igreja Batista Nacional no Cajuru, sonhava com a realização, não somente de uma igreja, seu templo, mas também com uma Associação Assistencial e uma escola.

A ESCOLA SUPREMO, tendo como sua mantenedora a ASSISBAN – Associação e Assistência Social Batista Nacional, nasceu de um sonho em 26/10/89, em uma reunião com diversos membros da Igreja Batista Nacional em Vila Centenário. No ano de 1995, precisamente em 30/09/95, foi dado o primeiro passo para a criação da escola.

Em 03/01/99, o Pastor Marcos Antonio de Oliveira prega no púlpito da Igreja Batista Nacional em Vila Centenário a mensagem “A Igreja que Sonho”; dentro dos vários pontos de sua mensagem, o pastor menciona o sonho de se adquirir uma área de no mínimo 5 mil metros quadrados para a construção do novo templo, centro de aconselhamento e oração, salas para classe de discipulado, área de recreação e refeição, e também uma escola de educação infantil e ensino fundamental.

No dia 05/10/99 foi adquirida pela igreja a primeira área de 6.346,74 metros quadrados, e em 12/06/01 a outra área anexa, de 5.212,50 metros quadrados; estava nascendo o sonho. Em 29/11/03 foi inaugurado o prédio da administração da Igreja Batista Nacional no Cajuru.

Porém, tendo em vista a proximidade da inauguração do novo prédio/templo, e a extensão da área, foi convocada uma assembleia da Associação – ASSISBAN, em 21/10/03, para uma ampla reforma e adequação dos estatutos à nova realidade, sendo então criado em estatuto o Núcleo de Assistência Educacional, com a criação do Centro de Educação Infantil Supremo, registrado em ata de fundação em 24/09/04, no 4º registro civil das Pessoas Jurídicas. Na mesma assembleia foi eleita para a função de diretora da instituição a Sra. Alba Rejani Sanches Lopes de Oliveira.

A ESCOLA SUPREMO tem sua sede construída em um amplo espaço, com aproximadamente 500 metros quadrados de área construída, de amplas e modernas instalações. Cremos que quem sonha conquistará o mundo, principalmente quando os sonhos são do agrado de Deus.