Princípios

A ESCOLA SUPREMO pauta-se nos seguintes princípios:

 

I. A crença no ser humano capaz, criado a imagem e semelhança de Deus, que na interação com os outros age, atua, transforma, constrói o seu conhecimento e a sua própria história.

II. A liberdade religiosa do homem, seu livre arbítrio é um direito inalienável e deve ser sempre protegido.

III. Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura; o pensamento a arte e o saber.

IV. O desenvolvimento integral do educando em seus aspectos: afetivos, intelectuais, físicos, morais, éticos sociais e espirituais para que possa desenvolver uma ação cidadã eficaz.

V. Valorização dos profissionais atuantes na Escola por meio da formação continuada.

VI. Dar condições para o aluno desenvolver-se, a fim de ser autônomo, consciente e preparando-se para prosseguir em estudos posteriores.

VII. Valorização das atividades extra-classe e extracurriculares.

VIII. Vinculação entre a educação escolar e as práticas sociais.

IX. Concepção pedagógica que favoreça o processo ensino-aprendizagem de forma construtiva, social e afetiva.

X. Respeito à liberdade, estimulando a prática da tolerância, da cortesia, da cooperação, do respeito à pluralidade cultural e à diversidade na busca da paz.

XI. Promover autonomia, entendida como o governo de si mesmo, de forma responsável para consigo e para com os outros, segundo os princípios bíblicos-cristão: “Amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo” e “fazer ao outro aquilo que deseja para si”.